seteoitocincoWritten by: Qual o teu seteoitocinco?

Qual é o teu seteoitocinco? #13 – Lavoisier

Lavoisier

Os Lavoisier trazem bom português à Portugarte. Se a poesia já era um membro destacado na música de Patrícia Relvas (voz) e Roberto Afonso (guitarra e voz), em 2019 o duo lançou o álbum Viagem a um Reino Maravilhoso, construído a partir de poemas de Miguel Torga.

É mais uma Sexta-feira ocupada pela seteoitocinco com boa música portuguesa.

Lavoisier

Em bom rigor, Lavoisier é um colectivo que aprimora a língua portuguesa, usando a palavra como a raiz de todas as moléculas do ar que respiramos. Viagem a um Reino Maravilhoso é o último LP publicado por Patricia Relvas & Roberto Afonso, um duo enriquecido sobre este propósito de elevar um certo instinto ao mais nobre patamar, que a música tanto contagia e convida  para o sentimento circunscrito ao estado afável da levitação.

Sete espaços onde sonham actuar:

  • Festivais para muita muita gente, sentada 😉
  • Em salas com acústicas impressionantes tais como a Philharmonie de Hamburgo
  • Na nossa rua
  • Num barco no meio do oceano
  • Anfiteatros ao ar livre por este mundo afora
  • Na cratera dum vulcão (inactivo)
  • Numas minas (já o pudemos fazer em Ferreira do Zêzere, mas fica o desejo de o poder repetir)
Fotografias de André Macedo

Oito músicas que, consensualmente, apreciam:

(. . .) e muitas mais 🙂

Cinco projectos/artistas com que gostavam de dividir palco:

  • Fausto Bordalo Dias
  • Tom Zé
  • João Lucas
  • Norberto Lobo
  • Ermo

Digam-nos uma ideia que possa ser aplicável e capaz de contagiar as pessoas a olhar, um pouco mais, para a música nacional:

“Uma das ideias seria: os agentes culturais conhecerem mais o que se faz por cá (e acreditarem que se consegue fazer tão boa musica cá como lá fora), e por conseguinte pararmos de nos sentirmos inferiores em relação ao “estrangeiro”, o que faria com que acreditássemos mais numa voz própria, e de uma vez por todas parássemos de nos projectar no futuro sempre com base no passado de outros, ou seja, sermos visionários e termos mais coragem em vez de se apostar na réplica, no repetido. 

Acreditamos porém que muitos programadores o começam a fazer, ainda assim com a experiência de estrada que temos acumulado,  sabemos que vivemos num país extremamente regionalizado, que acredita que o que se faz na capital deve ser o melhor que se produz no país, portanto.

Isto revela-se-nos como uma ideia caduca, obsoleta, mas pior que tudo muito perigosa, e daí a urgência da visão, a urgência da coragem para levar às pessoas cultura e arte do continente e ilhas com sentido de partilha em histórias que merecem ser ouvidas, reiterando sempre a atenção e o rigor de quem se dedica ao campo das artes para o fazer, e não tantos tachos e “nabos a nascer nas avenidas”. No fundo o que seria mesmo importante, mas utópico era: todo o showbusiness acreditar mais na música e menos nos números ou visualizações $”

Playlist de Lavoisier 

As palavras do duo Roberto Afonso e Patrícia Relvas foram revelações hialinas.

1) Lavoisier – Frustração (‘Viagem a um Reino Maravilhoso’ – LP / 2019)

2) Animal Collective – Leaf House (‘Sung Tongs’ – LP / 2004)

3) Caetano Veloso – Mora na Filosofia (‘Transa’ – LP / 1972)

4) Lavoisier – Coroai-me de Espinhos … (‘Viagem a um Reino Maravilhoso’ – LP / 2019)

5) Banda Do Casaco – Nossa Sinhora D`Azenha (‘Banda do Casaco com Ti Chitas’ – LP / 1984)

6) GAC (Grupo de Acção Cultural) – ir e vir (‘Pois Canté!!’ – LP / 1976)

7) Norberto Lobo – Fran (‘Fornalha’ – LP / 2014)



Apoia a Arte Independente

Gostaste deste artigo e queres apoiar o Portugarte?
Podes apoiar-nos com um simbólico café! Segue este link para que continuemos a divulgar o melhor da arte independente.

A arte independente nacional agradece e nós também!



(Visited 54 times, 1 visits today)
Etiquetas: Last modified: Maio 7, 2021