PauloWritten by: Artes Curtas Poesia

Curta metragem “Ressignificar” de Iolanda Oliveira

“Ressignificar” é uma curta metragem dedicada à Mulher. É um elogio ao universo feminino, sem pretender determiná-lo: “Uma mulher é pura imensidão”.

Iolanda Oliveira

“Mulher-troféu” é uma expressão que sugere objetificação, ou seja, torna a mulher num objeto de exibição do homem com quem ela se relaciona. 

“Ressignificar” é uma curta metragem dedicada à Mulher e à ressignificação de uma expressão que a torna numa coisa absolutamente distante de tudo o que uma Mulher pode ser. No fundo, esta curta é um elogio ao universo feminino, sem pretender determiná-lo: “Uma mulher é pura imensidão”.  

De uma Mulher, e da sua natureza criadora, brotam recursos que “brilham no escuro” e que merecem ser partilhados com quem a vê e valoriza. Uma mulher não é um corpo objetificado com uma forma ideal fixa no tempo, e do qual se faz uso e se descarta.

“Ressignificar” é o resultado de um projeto criativo que aliou a arte ao desenvolvimento humano. Tentou trazer consciência para algo muito puro que nos habita e transcende qualquer pressão de imagens ideais e modos de estar em relação proliferados pelos mass media. 

Que formas subtis de objetificação existem nos relacionamentos e de que não nos damos conta? O caminho para a consciência de si, do corpo, do que sentimos e dos nossos limites pode ser um pouco mais desafiante do que aparenta. 

“Viver em verdade não é fácil, mas viver uma mentira é perder a vida.” É uma frase que o conclui mas que apela à abertura para refletir: viver uma vida sincera e com franqueza está ao alcance de todos. 

Este projeto contou com a presença de Ana Oliveira, Ana Rita de Castro, Anica Pait Cortez, Bruna Ferreira, Irene Santos, Maria Cazenave, Sandra Afonso, Vera Marques, Susana Santinho, André Moraes, Vitor Galvão, Oliver Roy e com o carinhoso apoio amoroso de outros tantos.

“Ressignificar” foi selecionado para o Festival Horizontes e para o Lift-OFF Sessions.

A autora

Iolanda Oliveira reside em Portugal e a sua prática profissional assenta maioritariamente na facilitação de workshops de Arte & Consciência e ensino artístico em escolas e comunidades em Portugal e no Brasil. Trabalhou na área do teatro em países da Europa Central.

É fundadora do Festival Integral – Saúde Holística, cujo foco é congregar oradores com diferentes visões de modo a que o público expanda a sua visão sobre o campo de atuação na área da Saúde.

É carinhosamente ex-aluna da Secundária Artística António Arroio, licenciada em Artes Plásticas pela ESAD.CR e em Ciências da Psicologia pela FP.UL.

Neste momento encontra-se em Mestrado de Psicologia Clínica Sistémica na FP.UL.


(Visited 45 times, 1 visits today)
Etiquetas:, , Last modified: Janeiro 30, 2021